quinta-feira, 2 de julho de 2009

Quero Poder Ser Livre

Acorrentado e preso numa cave escura,
Espero a chave da liberdade,
Quero saber que posso voar…
Mesmo que com a chave na mão decida não me libertar…
Quero poder ser livre, sem que me roubem a chave…
A fechadura enferruja…
Quero poder ser livre…
Quero poder voar pelos infinitos oceanos,
Ver o mundo vestido de branco,
Ou simplesmente viver numa cave escura…
Virando costas ás mãos que me dão a liberdade,
Mas podendo ser livre…

Grifo

7 comentários:

Anónimo disse...

escreves msm bem gonçalo.
Amo esse poema ^^
beijinhO'
Catarina'B

geocrusoe disse...

Adorei essa dilema de ter a chave e só ser livre por vontade própria, é original em ti e também não conheço outros poemas a tratarem do mesmo. Parabéns.

geocrusoe disse...

aproveito agora para dizer que gostei muito da tua visita no outro dia. como deixastes de ter PC nunca mais falámos, mas foi uma surpresa agradável. Podes aparecer sempre que quiseres. depois de saires pensei e julgo que o outro colega seria filho do roberto ponte que também faz ciclismo e conheço bem, aliás conheço a mãe também.
se alguma vez quiseres perguntar-me alguma coisa ou informar-me de algo dou-te um dos meus e-amail:
cefaria@hotmail.com

julgo que estás de férias, por isso boas férias, as minhas agora só para outubro.

Grifo disse...

É sim filho do Roberto Ponte... :)

Estou de ferias... se quiser dizer alguma coisa, depois escrevo :)

Carla disse...

Parabéns!! Gostei mto do poema!
Tb escrevo mas nunca tive a coragem de partilhar...
Continua, acho k já tens a chave!...
Até+ :-)**

*'Borbuleta @D.C. disse...

Belo texto :)*

S.S disse...

lindo o texto!!
gostei mt msm^^

bjinh

Visitantes até ao verão de 2009

MySpace Widgets