sábado, 20 de setembro de 2008

Paixão

Toca-me no rosto,
Sente o calor do meu coração.
Toca-me no rosto,
Sente o fogo da minha paixão.
Beija-me...
Não deixes este sentimento morrer.
Seguro a tua mão,
Deixa beijar-te a alma...
Toca-me no rosto,
Alimenta o fogo da paixão...

Grifo

dedicado a alguém especial...

6 comentários:

Desambientado disse...

poemas muito bonitos. Parabéns.

Anastácio Soberbo disse...

Olá, parabéns pelo blog.
É bonito e bem feito.
Um abraço de:
A. Soberbo

beta disse...

Lindo seu blog, as poesias são muito lindas, parabéns!!!

Grifo disse...

A todos:

Obrigado pelos vossos comentários...

geocrusoe disse...

Beijar a alma de alguém é entrar no mais íntimo de uma pessoa, é quando o amor já ultrapassou as limitações físicas e o sentimento atingiu a plenitude, é supra-material.
Continuo a gostar dos teus poemas.

Anónimo disse...

HUmmm...e eu não desconfiei ainda de ninguém...! Tou a perder qualidades ou a ficar desatenta!

bj

Visitantes até ao verão de 2009

MySpace Widgets