domingo, 8 de março de 2009

Danças com a Água

No meu corpo escuro e frio surge uma chama...
... Como rio que desagua no céu,
Num fluxo de um branco Brilhante...

Minha alma eleva-se aos céus.
Lá... no infinito por debaixo do meus pés...
Vive o misterioso oceano,
Que hoje se vestiu dos mais diversos dourados,
Que se incendeia com o meu coração,
Dança com a minha alma...
... Funde-se com ela.

Grifo

2 comentários:

Saiph disse...

A dança de uma alma fá-la cegar aos mais incríveis estados de sentido. Bons ou maus, não deixam de ser grandiosos.

Grifo disse...

Vou ser sincero... não compreendi o teu comentário...

Visitantes até ao verão de 2009

MySpace Widgets