segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Luar

Lua eterna e dourada!
Tu que enches as noites de vida!
A ti rezam os lobos com uivos infinitos.
Tua beleza desperta os mais profundos sentimentos humanos,
Enches-nos de uma alegria aparentemente infundada,
Tua luz dourada, faz-nos uivar com os lobos...
Tua luz eterna cria sombras irreais...
Sombras que não conhecem a razão
Sombra negras que nos perseguem para toda a eternidade
Sombras que só a lua pode vencer!
Mas afinal são só sombras irreais...

Grifo

Imagens do google

3 comentários:

geocrusoe disse...

Eu admiro o luar e achei engraçado que enquanto muitos cantam o prateado do luar... para ti ele é dourado.
Efectivamente nestes últimos dias, nesta ilha, talvez devido aos cristais de sal no ar, a lua estava mesmo dourada no Faial.

Julgo que falei contigo junto à urna dos votos, quando estava a vender t-shirts de e para apoio ao fff e um jovem me pediu uma esferográfica acompanhado do pai e de uma irmãzinha mais nova.

ematejoca disse...

Também acho curioso o teu luar ser dourado. Ou é por ser no Faial?!
Dourado de poesia é o teu poema.

Com o Obama, talvez, comece uma nova época para os USA. Ele vai ter um trabalho muito díficil, o de governar a América depois do Bush!!!

Saudacoes outonais!

Grifo disse...

Ematejoca:

A lua ser "dourada" é algo comum por cá...



http://geocities.yahoo.com.br/ginny_nessa/P1130310.JPG

geocrusoe:

Foi o uivo dos cães e recordações passadas que me inspiraram... não foi nada que estivesse a ver nesse momento.

PS: Era de manhã... :S

Visitantes até ao verão de 2009

MySpace Widgets